Pesquisar

terça-feira, 12 de abril de 2016

Músculo estriado cardíaco



O músculo estriado cardíaco forma a parede muscular do coração, o miocárdio. Também há um pouco de músculo cardíaco nas paredes da aorta, veias pulmonares e veia cava superior. As contrações do músculo estriado cardíaco não são controladas voluntariamente. A frequência cardíaca é controlada intrinsecamente por um marca-passo, um sistema condutor de impulso formado por fibras musculares cardíacas especializadas que, por sua vez, são influenciadas pela divisão autônoma do sistema nervoso (DASN). O músculo estriado cardíaco tem aparência estriada nítida ao exame microscópico. Os dois tipos de músculo estriado — esquelético e cardíaco — são ainda caracterizados pelo caráter imediato, rapidez e força de suas contrações. Nota: Embora a característica se aplique tanto ao músculo estriado esquelético quanto ao cardíaco, no uso comum o termo estriado é usado para designar o músculo estriado esquelético voluntário. O músculo estriado cardíaco é diferente do músculo estriado esquelético em sua localização, aparência, tipo de atividade e meios de estimulação. Para manter o nível contínuo de elevada atividade, a irrigação sanguínea do músculo estriado cardíaco é duas vezes maior que a do músculo estriado esquelético.

Músculo liso

O músculo liso, assim denominado pela ausência de estriações das fibras musculares ao exame microscópico, forma uma grande parte da camada intermediária (túnica média) das paredes dos vasos sanguíneos (acima do nível de capilares) . Consequentemente, ocorre em todo o tecido vascularizado. Também constitui a parte muscular das paredes do sistema digestório e dos ductos. O músculo liso é encontrado na pele, formando o músculo eretor do pelo associado aos folículos pilosos , e no bulbo do olho, onde controla a espessura da lente e o tamanho da pupila.


Como o músculo estriado cardíaco, o músculo liso é um músculo involuntário; entretanto, é diretamente inervado pela DASN. Sua contração também pode ser iniciada por estimulação hormonal ou por estímulos locais, como o estiramento. O músculo liso responde mais devagar do que o músculo estriado e com uma contração tardia e mais suave. Pode sofrer contração parcial durante longos períodos e tem capacidade muito maior do que o músculo estriado de alongar sem sofrer lesão paralisante. Esses dois fatores são importantes no controle do tamanho dos esfíncteres e do calibre do lúmen (espaço interior) das estruturas tubulares (p. ex., vasos sanguíneos ou intestinos). Nas paredes do sistema digestório, das tubas uterinas e dos ureteres, as células musculares lisas são responsáveis pela peristalse, conjunto de contrações rítmicas que impulsionam o conteúdo ao longo dessas estruturas tubulares.


MÚSCULO CARDÍACO E LISO 



Hipertrofia do miocárdio e infarto do miocárdio 

Na hipertrofia compensatória, o miocárdio responde ao aumento das demandas por meio de aumento do tamanho de suas fibras. Quando as fibras do músculo estriado cardíaco são lesadas por perda da irrigação sanguínea durante um infarto, há necrose (morte) do tecido e o tecido cicatricial fibroso que se desenvolve forma um infarto do miocárdio, uma área de necrose do miocárdio (morte patológica do tecido cardíaco). A s células musculares que degeneram não são substituídas, porque as células musculares cardíacas não se dividem. Além disso, não existem equivalentes às células-satélite do músculo esquelético que possam produzir novas fibras musculares cardíacas. 



Hipertrofia e hiperplasia do músculo liso 

A s células musculares lisas sofrem hipertrofia compensatória em resposta ao aumento da demanda. A s células musculares lisas da parede uterina durante a gravidez aumentam não apenas de tamanho, mas também em número (hiperplasia), porque essas células preservam a capacidade de divisão. A lém disso, novas células musculares lisas podem se desenvolver a partir de células incompletamente diferenciadas (pericitos) situadas ao longo de pequenos vasos sanguíneos (Ross et al., 2011). 


Pontos-chave 



MÚSCULOS CARDÍACO E LISO 



O músculo cardíaco é um tipo de músculo estriado encontrado nas paredes do coração, ou miocárdio, e também em alguns grandes vasos sanguíneos. ♦ A contração do músculo cardíaco não está sob controle voluntário, mas é ativada por fibras musculares cardíacas especializadas que formam o marca-passo, cuja atividade é controlada pela divisão autônoma do sistema nervoso (DA SN). ♦ O músculo liso não tem estriações. É encontrado em todos os tecidos vasculares e nas paredes do sistema digestório e de outros órgãos. ♦ O músculo liso é diretamente inervado pela DA SN e, assim, não está sob controle voluntário.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
  MOORE, K.L. - ANATOMIA ORIENTADA PARA A CLÍNICA, 6ªED, 
GUANABARA KOOGAN, 2011. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário