Pesquisar

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Anatomia sistêmica do Corpo

Anatomia sistêmica é o estudo dos sistemas que atuam em conjunto para realizar funções complexas. Os sistemas básicos e a especialidade responsável pelo estudo ou tratamento de cada um (entre parênteses) são:

   O tegumento comum (dermatologia) consiste em pele (L. integumentum, revestimento) e seus anexos pelos, unhas e glândulas sudoríferas, por exemplo e na tela subcutânea situada logo abaixo dela. A pele, um órgão sensorial extenso, forma o revestimento protetor externo do corpo e seu receptáculo.
   O sistema esquelético (osteologia) é formado por ossos e cartilagem; é responsável pela forma básica e pela sustentação do corpo e é sobre ele que o sistema muscular atua para produzir movimento.  Também protege os órgãos vitais como coração, pulmões e órgãos lvicos.
   O sistema articular (artrologia) é formado por articulações e seus ligamentos associados que unem as partes ósseas do sistema esquelético e são os locais em que ocorrem os movimentos.
   O sistema muscular (miologia) é formado por músculos esqueléticos cuja ação (contração) move ou posiciona as partes do corpo (p. ex., os ossos que se encaixam nas articulações),  ou por músculo liso e cardíaco que impulsiona, expele ou controla o fluxo de líquidos e substâncias contidas.
   O sistema nervoso  (neurologia)  é formado pela parte central do sistema nervoso (encéfalo  e medula espinal)  e pela parte  periférica  do  sistema  nervoso  (nervos  e  gânglios,  juntamente  com  suas  terminações  motoras  e  sensitivas).  O sistema nervoso controla e coordena as funções dos sistemas orgânicos, possibilitando as respostas do corpo ao ambiente.


e  suas  atividades.   Os  órgãos  dos  sentidos,   que  incluem  o  órgão  olfatório  (olfato),   o  sistema  ocular  ou  visual (oftalmologia),  a orelha (audição e equilíbrio otologia) e o órgão gustatório (paladar), costumam ser avaliados junto com o sistema nervoso na anatomia sistêmica
   O sistema  circulatório  (angiologia)  é  formado  pelos  sistemas  cardiovascular  e  linfático,  que  têm  ação  paralela  no transporte dos líquidos corporais
•   O sistema cardiovascular (cardiologia) é formado pelo coração e vasos sanguíneos que impulsionam e conduzem o sangue pelo corpo, levando oxigênio, nutrientes e hormônios até as lulas e removendo seus resíduos
•    O sistema linfático é uma rede de vasos linfáticos que retira o excesso de líquido tecidual (linfa) do compartimento de
líquido intersticial (intercelular) do corpo, filtra-o através dos linfonodos e o reconduz até a corrente sanguínea
   O sistema digestório (gastrenterologia) é formado pelo tubo digestório, desde a boca até o ânus, com todos os órgãos e glândulas associados a ingestão, mastigação, deglutição, digestão e absorção de alimentos e eliminação de resíduos lidos (fezes) após a absorção de nutrientes
   O sistema respiratório  (pneumologia)  é formado pelas vias respiratórias  e pulmões que fornecem ao sangue oxigênio para a respiração celular e retiram dele o dióxido de carbono. O diafragma e a laringe controlam o fluxo de ar pelo sistema, que também pode produzir o som na laringe, que depois é transformado em fala pela língua, dentes e lábios
   O sistema urinário (urologia) é formado pelos rins, ureteres, bexiga urinária e uretra, que filtram o sangue e, em seguida, produzem, transportam, armazenam e excretam urina de forma intermitente (resíduos líquidos)
   O  sistema  genital  (ginecologia  para  mulheres;  andrologia  para  os  homens)  é  formado  pelas  gônadas  (ovários  e testículos),  que  produzem  oócitos  e  espermatozoides,  pelos  ductos  que  os  transportam  e  pelos  órgãos  genitais,  que permitem sua união. Após a concepção, o sistema genital feminino nutre e à luz o feto
   O  sistema  endócrino  (endocrinologia)  é  formado  por  estruturas  especializadas  que  secretam  hormônios,  inclusive glândulas  endócrinas  individuais  sem ductos (como a glândula tireoide),  lulas isoladas e aglomeradas  nas paredes do intestino e dos vasos sanguíneos, bem como terminações nervosas especializadas. Os hormônios são moléculas orgânicas transportadas pelo sistema circulatório até lulas efetoras distribuídas por todas as partes do corpo. Assim, a influência do sistema endócrino é tão ampla quanto a do sistema nervoso. Os hormônios influenciam o metabolismo e outros processos, como o ciclo menstrual, a gravidez e o parto.

Nenhum dos sistemas funciona sozinho. Os sistemas esquelético e articular, passivos, e o sistema muscular, ativo, formamjuntos um supersistema, o sistema ou aparelho locomotor (ortopedia), porque precisam trabalhar em conjunto para que o corpo se locomova. Embora as estruturas diretamente responsáveis pela locomoção sejam os músculos, ossos, articulações e ligamentos  dos membros,  também   participação  indireta de outros sistemas.  O encéfalo  e os nervos do sistema nervoso estimulam  sua  ação;  as artérias  e veias  do  sistema  circulatório  levam  oxigênio  e nutrientes  e retiram  os resíduos  dessas estruturas; e os órgãos dos sentidos (sobretudo a visão e o equilíbrio) são importantes na orientação de suas atividades em um ambiente com gravidade.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
  MOORE, K.L. - ANATOMIA ORIENTADA PARA A CLÍNICA, 6ªED, 
GUANABARA KOOGAN, 2011. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário