Pesquisar

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Anatomia Clínica Aplicada

A anatomia clínica (aplicada) enfatiza aspectos da estrutura e da função do corpo importantes na prática da medicina,  da odontologia e das outras áreas da saúde. Inclui os métodos regional e sistêmico de estudo da anatomia e enfatiza a aplicação clínica.
A anatomia  clínica  costuma  incluir  a inversão  ou reversão  do processo  de raciocínio  normalmente  seguido  quando  se estuda a anatomia  regional ou sistêmica.  Por exemplo,  em vez de pensar “A ação desse músculo é...”, a anatomia  clínica pergunta “Qual seria a consequência  da ausência de atividade desse músculo?” Em vez de dizer “O nervo... é responsável pela inervação dessa área da pele”, a anatomia clínica pergunta “A dormência nessa área indica lesão de que nervo?”
O aprendizado da anatomia clínica é empolgante por causa de seu papel na solução de problemas clínicos. Os boxes de correlação clínica (com fundo azul) presentes em todo o livro descrevem aplicações práticas da anatomia.

PONTOS CHAVE

 A anatomia é o estudo da estrutura do corpo humano. Para a anatomia regional, o corpo está organizado em segmentos ou partes. A  anatômica sistêmica organiza o corpo em sistemas. A  anatomia de superfície fornece informões sobrestruturas que podem ser observadas ou palpadas sob a pele. A anatomia radiológica, seccional e endoscópica permite observar as estruturas no indivíduo vivo, quando são afetadas pelo tônus muscular, quidos e pressões do corpo, além da gravidade. A anatomia cnica enfatiza a aplicação do conhecimento anatômico à prática da medicina.



REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
  MOORE, K.L. - ANATOMIA ORIENTADA PARA A CLÍNICA, 6ªED, 
GUANABARA KOOGAN, 2011. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário